Pular para o conteúdo principal

Aquela história




Há uns meses, um menino que eu gostava muito veio em minha casa trazer umas coisas do namorado de minha irmã. Mas ele não veio sozinho, trouxe consigo um amigo! E que amigo!
De primeira, eu fiquei encantada... Simpático, educado, bonito e etc. Para ser muito sincera, logo quando eu o vi, esqueci que o menino que eu gostava existia.
Quando eles foram embora, eu entrei em casa e o adicionei no facebook. Mas não puxei papo com ele no chat, nem nada! Um belo dia ele iniciou uma conversa comigo!
Depois disso ficávamos horas conversando no chat... Ele havia me chamado para sair mas com medo de me apaixonar por ele, nunca aceitava seu convite!

Para quem é cristão, sabe como é muito importante pessoas cristãs se relacionarem com pessoas cristãs. Ele por sua vez nem gostava de falar sobre fé, religião, Deus (essas coisas). E esse era meu medo! Acabar me relacionando com alguém não crente e acabar sofrendo.
Eu comecei a ter minhas crises de desconfiança devido a algumas atitudes dele (desnecessariamente, pois eramos só amigos virtuais). E acabei falando coisas que não devia, como por exemplo que não acreditava nas coisas lindas e fofas que ele me dizia.
Frases do tipo: "Você é o tipo de mulher que eu sempre sonhei".
Eu sei, eu sei, estas frases não são para se apaixonar de primeira pois pra começar pessoas mentem na Internet. Mas no fundo, eu acreditava nele por mais que eu dissesse pra mim mesma que não acreditava.
Passou uns 3 dias e eu coloquei na minha cabeça que nossa amizade havia esfriado.
E agora eu não tenho a minima ideia de como estou me sentindo.

Só sei de uma coisa, ele me encantou de verdade! E foi tão interessante a maneira como nós conhecemos! Sei lá... Gosto mesmo dele.. Como amigo ou até mais do que isso...


Postagens mais visitadas deste blog

Paz e Amor

Eu demorei um pouco para escrever essa postagem, pois esperei a poeira baixar.
Algumas pessoas rudes de coração, falaram coisas desgostosas a respeito do Kpop 'Divulgação Official, meu projeto de música coreana.
De primeira eu senti pena dessas pessoas, depois eu quis saber porque essas pessoas precisavam agredir verbalmente minha equipe e eu.
Para finalizar fiquei sabendo o porque dessas atitudes e percebi que não precisava me preocupar com essas pessoas.

Para quem ainda não entendeu sobre o que estou falando, aqui está um pequeno resuminho:

Recentemente, houve um pequeno mal entendido no blog Kpop ‘Divulgação Official em relação a um post.
Talvez algumas pessoas tenham entendido e não tenham concordado, ou talvez não tenham simplesmente entendido o que relatei em meu blog de música coreana.


Os fãs do famoso cantor Xiah Junsu discordaram (e uns me agrediram verbalmente), em relação a uma postagem intitulada Xiah – Intoxicadamente sem limites. O texto trazia a tona o uso de uma ape…

Case-se com o seu melhor amigo

"Case-se com o seu melhor amigo. Eu não digo isso levianamente. Realmente, verdadeiramente encontre a mais forte, a mais feliz amizade na pessoa com quem você se apaixone. Alguém que fale muito bem de você. Alguém com quem você possa rir junto. O tipo de riso que faça a sua barriga doer e sair ronco pelo nariz. O mais embaraçoso riso, o tipo de riso que tudo cura. O humor é importante. A vida é demasiada curta para não amar alguém que lhe permita ser um tolo. Certifique-se de que ele seja alguém que deixe você chorar também. O desespero virá. Encontre alguém que você queira que esteja lá com você durante os tempos difíceis. Mais importante ainda, case-se com aquele que faça a paixão, o amor e a loucura combinarem, e claro, através de você. Um amor que nunca irá se diluir - mesmo quando as águas se tornem profundas e escuras."
- Bella Falconi

A culpa é das estrelas!

Hoje é um daqueles dias que você se sente bem pra baixo.
E como todo bom deprimido, nós nunca queremos chutar o balde e dar a volta por cima, nós gostamos mesmo é de ver filmes tristes e ouvir músicas românticas.

Quando crianças, as pessoas insistem em nos perguntar o que seremos quando crescermos. Parece uma simples pergunta, não é mesmo? É só escolher algo dentre tantas as opções do universo, abrir a boca e falar. É isso mesmo, hoje em dia, adultos, percebemos que não é algo tão simples assim. Principalmente quando as coisas são mais difíceis do que imaginamos.
Parece um mar sem fim onde precisamos fazer escolhas a todo tempo. Como se tudo dependesse disso. É escolher a faculdade, o emprego, o namorado, o que vai fazer amanhã, no final de semana, no próximo ano... Que cansativo!
Por que não podemos simplesmente escolher viver?


E se eu escolher acordar tarde, comer um pouco de miojo, andar descalça, não pentear o cabelo, usar o pijama o dia inteiro, usar o Facebook, tirar fotos alea…