11 de março de 2010

Tormento...




Eu me apaixonei por você no primeiro instante.
Por um segundo você deixou a minha respiração acelerada.
Foi quando me peguei a olhar as fotos dela junto a ti.
Meu coração já não sabia mais se estava acelerado ou havia parado.
Por dentro eu já não sentia mais nada... Foi como se eu houvesse dado o último suspiro antes de morrer.
Eu queria gritar bem alto, mas todos iriam ouvir... Então, fiquei em silêncio.
De noite, enquanto dormia, o tormento retornou em minha mente.
Você sussurrou em meu ouvido, dizendo que tudo que eu havia visto era loucura... Que meu pensamento havia se escurecido e eu não enxergava a verdade.
Pela manhã, retornei a pensar...
Era hora de me lembrar do que havia sentido.
Mas felizmente, nada mais fazia sentido... E minha alma descansou do tormento.