12 de fevereiro de 2010

Será que é o fim?

Eu acordei num sábado de sol... Olhei para o lado e não te vi!
Levantei da minha cama, fui até a cozinha e fiz umas torradas e tomei um café quente!
Na janela, a cortina balançava com o vento frio da manhã. Eu apenas com uma camisola branca e pés descalços olhava pela sacada da minha varanda, as flores do meu quintal a beira mar!Tentava imaginar pra onde você havia ido àquela hora da manhã.
Eu pensava: ’Amor, são apenas torradas e um café quente!’

De noite fui até a praia e me sentei na areia. Olhei por mar, esperando você voltar... Mas que tola... Você foi e nunca mais voltará!
Eu comecei a perceber as pegadas na areia que vinham em minha direção. Mas nenhuma era a sua!
A lua era testemunha do abandono. A brisa presenciava as minhas lágrimas!
Resolvi caminhar pela praia... As ondas batiam nos meus pés... Fazendo-me lembrar da ultima vez que estávamos juntos ali, naquela praia.
Num barzinho distante, dava pra se ouvir um rapaz que tocava uma música que ecoava dentro de mim!Ele sentia a música como eu sentia a sua falta.
Depois de andar por alguns minutos, me sentei em uma pedra que me dava à visão perfeita da imensidão do mar.
Quando começou a amanhecer, me levantei e caminhei de volta pra minha casa.
Chegando lá... Logo quando abri a porta achei um bilhete em cima de minha cama.
Ele havia estado lá...
Com letras de garrafa estava escrito da seguinte maneira:

“NÃO ME ESPERE MAIS... FUI PARA ALÉM DO HORIZONTE... NÃO ME PROCURE MAIS... SEI QUE VOCÊ ERA E É MUITO IMPORTANTE PARA MIM! VOU ME LEMBRAR TODOS OS DIAS DE VOCÊ...
SERÁ TÃO DIFICIL ESSA JORNADA!
QUANDO VOLTEI EM CASA DEPOIS DE TE VER NA PRAIA... LEMBREI DE TODAS AS VEZES QUE ESTIVEMOS JUNTOS OLHANDO ESSE MAR...
MAS IR EMBORA É O MELHOR A SE FAZER!ADEUS...
SEI QUE VOCÊ FEZ DE TUDO PRA ME AMAR... MAS NÃO SUPORTAVA MAIS SER TRAÍDO. QUERIA TER VOCÊ SÓ PRA MIM... MAS VOCÊ NUNCA ME ENTENDEU...
NÃO AGUENTAVA MAIS SUAS MENTIRAS E SAÍDAS AS ESCONDIDAS.
PERDOA-ME, MAS ISSO...
APESAR DE SER MUITO FELIZ O SEU LADO...
É PRA MINHA FELICIDADE...
ADEUS, COM AMOR ”


Eram tantas verdades ditas de uma vez só... Que nem seu rosto mais eu conseguia lembrar... Muito menos lembrar seu nome!
Olhei para cozinha e vi uma faca em cima da mesa... Nesse momento me passou tudo pela cabeça!
O dia em que eu chorei e você me deu colo...
O dia em que rimos...
O dia em que fizemos amor...
Todos os dias que você esteve aqui, perto de mim...
E comecei a me aproximar da cozinha... E eu pensei: ‘no fim ’!
Eu pensei: ‘ eu ainda te amava... Eu ainda te amo’



Inspirada nas músicas “MILK AND TOAST AND HONEY” da banda ROXETTE, “IRIS” da banda GOO GOO DOLLS e na música "UNFAITHFULL" da cantora RIHANNA.

4 comentários:

Nana disse...

MUITO SHOW!!!
muito bem escrito!!

Juliana. disse...

Nossa que lindas palavras, este fim machuca tanto..e como! Palavras com uma profundidade tamanha e as letras que vc diz escritas por ele(af) muito bom!

Beijos e um lindo fds!

L!mOnadah ♥Slemom X♥ disse...

LIndo d+ seu blog , adoreiiiiiii :D

O post tah hiper guria ^^

to seguindo .. BJUS!

Luiza disse...

Tem coisas que não tem volta. As traições e as fugas dela tinham, mas a morte, é uma estrada só de ida. Amo Iris do Goo Goo Dolls. Vou casar ao som dela HAHAHAHAHA